Polícia

Padrasto é preso por abusar de enteada de 24 anos com idade mental de 5 anos

Crime aconteceu em julho  

Midiamax Publicado em 18/08/2017, às 14h21

None

Crime aconteceu em julho  

Equipes da Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) prenderam um homem de 20 anos por estupro de vulnerável. A vítima de 24 anos, que é portadora de necessidades especiais físicas e psicológicas e tem idade mental de 5 anos, foi vítima do padrasto em julho desde e só conseguiu contar sobre os abusos dias depois.

Segundo a Polícia Civil, a jovem mora com a avó desde de criança, mas no mês de julho passou três dias na casa da mãe. Quando retornou, a vítima contou que havia ocorrido algo de errado entre ela e o padrasto e passou a recusar as visitas a mãe.

A polícia relatou que a mãe da vítima e o suspeito ficaram juntos por três anos, mas estavam separados há duas semanas quando o crime aconteceu. Devido aos problemas de saúde da vítima, ela tem dificuldade para se comunicar, por isso, foi relatando aos poucos para a avó que havia sofrido abusos sexuais pelo padrasto.Padrasto é preso por abusar de enteada de 24 anos com idade mental de 5 anos

O crime teria acontecido no dia 19 de julho. Um boletim de ocorrência foi registrado e o caso passou a ser investigado pela Deam. Familiares da vítima chegaram a fazer campanhas nas redes sociais e divulgar fotos do autor do estupro.

Na quarta-feira (16), com um mandado de prisão em mãos, as equipes da especializada localizaram e prenderam o suspeito. Não há detalhes da prisão. 

Jornal Midiamax