Ossada de homem que teria morrido com tiro na cabeça é encontrada em poço

Corpo tinha perfuração no crânio
| 13/04/2017
- 15:57
Ossada de homem que teria morrido com tiro na cabeça é encontrada em poço

Corpo tinha perfuração no crânio

Na noite de quarta-feira (12), uma ossada foi encontrada em um poço desativado em Itaporã, cidade a 225 quilômetros de Campo Grande. A vítima seria um homem, pelo que indicam os documentos encontrados com os restos mortais, e teria marca de tiro no crânio.

O poço fica em uma propriedade rural, nas margens da estrada ITA-20, que liga o distrito de Montese a um bairro de Itaporã, na região rural. Conforme o site iFato, há alguns anos havia uma casa no local, onde há pelo menos dois poços desativados.

Uma denúncia anônima levou a Polícia Militar até o local e, com auxílio do Corpo de Bombeiros, foi possível constatar a veracidade dos fatos. Perícia e Polícia Civil também foram acionadas e agora o caso é investigado. Dentro do poço, de aproximadamente 5 metros de profundidade, foram encontrados os ossos, além de roupas, um par de tênis e uma carteira.

Os documentos seriam da vítima, um homem identificado como Sidenir Aparecido Pereira Nunes, de 38 anos, que está desaparecido desde o dia 18 de dezembro de 2016. Os peritos verificaram duas perfurações no crânio que poderiam ser de entrada e saída de um projétil de arma de fogo.

A ossada da vítima foi enrolada em uma lona plástica e jogada no poço com um pedaço de corda e o poço estava parcialmente tampado por um galho e vegetação. Os restos mortais foram recolhidos pela Funerária Bom Jesus e encaminhado ao Instituto Médico Legal, onde passarão por exames necroscópicos para confirmar a identidade da vítima.

Veja também

Vítima foi dopada em uma festa pelo homem e estuprada

Últimas notícias