Polícia

Motorista de acidente que matou funcionário da Energisa promete ir à polícia

Caso é investigado pela 5ª DP

Midiamax Publicado em 10/08/2017, às 12h41

None

Caso é investigado pela 5ª DP

O condutor da Toyota Hilux responsável pelo acidente que resultou na morte do eletricista Eder Gomes Teodoro, de 33 anos, prometeu de apresentar a polícia nos próximos dias. O acidente aconteceu no anel rodoviário em Campo Grande na noite desta quarta-feira (9). A vítima era funcionária da concessionária Energisa.

O eletricista transitava em uma Honda Falcon no anel viário, em sentido a saída de Sidrolândia, quando foi atingido pela caminhonete, que saiu de uma estrada vicinal e atravessou a pista. Depois do acidente, o condutor da Hilux fugiu sem prestar socorro, mas testemunhas conseguiram anotar a placa o veículo.

Segundo o delegado Jairo Carlos Mendes, titular da 5ª Delegacia de Polícia Civil, o advogado do motorista já entrou em contato e prometeu apresentar o cliente nos próximos dias. A defesa afirmou que o suspeito já tem idade avançada e está passando por problemas de saúde. Por conta disso recebe cuidados médicos e deve prestar depoimento assim que for liberado.Motorista de acidente que matou funcionário da Energisa promete ir à polícia

“O advogado afirmou que o motorista está muito abalado, mas assim que tiver condições de saúde vai se apresentar aqui na delegacia”, afirmou Mendes. Detalhes do acidente, ou sobre o paradeiro do suspeito, ainda não foram repassados a polícia.

Eder voltava para casa, no Jardim Tijuca, quando foi atingido pela caminhonete. Por quase duas horas, militares do Corpo de Bombeiros e socorristas da CCR Vias, tentaram reanimar o motociclista com massagem cardíaca e oxigênio, mas ele não resistiu aos ferimentos. 

Jornal Midiamax