Polícia

Menores que estupraram menino de 10 anos pegam 3 anos de internação

Autores estavam em liberdade por falta de vagas na Unei

Thatiana Melo Publicado em 26/09/2017, às 13h03

None

Autores estavam em liberdade por falta de vagas na Unei

Os adolescentes que estavam soltos por falta de vagas na Unei (Unidade Edicacional de Internação) após o estupro de um menino de 10 anos, na cidade de Coxim- distante 253 quilômetros de Campo Grande- foram sentenciados a três anos de medidas socioeducativas.

Eles foram levados nesta segunda-feira (25) para a delegacia da cidade, onde aguardam uma vaga para a Unei.

O crime aconteceu em dezembro de 2016, quando dois adolescentes a época com 15 e 16 anos levaram o menino que voltava da escola para a casa de um deles. Eles obrigaram a criança a ingerir bebidas alcóolicas e cometeram o estupro.

A mãe do menino e o padrasto encontraram a criança desacordada em uma residência próxima a casa deles após saírem para procurar o garoto, que demorava para voltar da escola.

A bicicleta do menino foi avistada em frente a uma residência, quando o casal entrou e encontrou o garoto desacordado em cima de uma cama sendo levado para o hospital onde disse ao acordar o que tinha acontecido, segundo o site Edição de Notícias.Menores que estupraram menino de 10 anos pegam 3 anos de internação

Um dos adolescentes contou que cometeu o crime quando dava banho no menino, já o outro teria negado o estupro. A mãe da vítima teria saído da cidade com o filho na época por medo.

Jornal Midiamax