Polícia

Loja de ex-prefeito é arrombada duas vezes nesta semana

Atuação de marginais em pequenos furtos tem aumentado em Aquidauana e região

Arlindo Florentino Publicado em 09/06/2017, às 14h52

None

Atuação de marginais em pequenos furtos tem aumentado em Aquidauana e região

A cidade de Aquidauana, localizada a 139 quilômetros de Campo Grande, tem acompanhado o aumento da criminalidade nos últimos dias, com  arrombamentos e pequenos furtos. O registro é feito principalmente por comerciantes que são as principais vítimas. Não há levantamento oficial por parte das polícias civil e militar.

Apenas como exemplo, a Casa Branca, loja de propriedade do ex-prefeito da cidade Fauzi Suleiman, foi arrombada por duas vezes apenas esta semana. Na primeira oportunidade, na madrugada de domingo (4), os marginais quebraram uma vitrine e levaram aproximadamente 40 peças de roupas. Já madrugada de quinta-feira (8), outra vitrine foi destruída e levados 20 peças de roupas. Nas duas investidas, o prejuízo foi avaliado em R$ 10 mil.

“Eu acredito que as vitrines da loja chamem a atenção, mas é lamentável que isto tenha acontecido e desta forma, em tão curto espaço de tempo. A loja conta com um bom sistema de alarme e nem isto impediu a ação dos marginais. Mas o que incomoda é a sensação de vulnerabilidade e insegurança. Acredito que isto seja consequência do momento de instabilidade que o País está vivendo”, afirmou o ex-prefeito.

Segundo ele, embora extraoficialmente, ele tem conhecimento de que na cidade e também em Anastácio, estão acontecendo também pequenos furtos de bolsas e celulares.

Em sua página em uma rede social, amigos do ex-prefeito demonstram indignação. Alguns afirmam que falta mais policiamento no horário noturno, quando acontecem os atos criminosos, enquanto outros já alegam que o problema está com a Justiça, que não pune como deveria os infratores.

Jornal Midiamax