Polícia

Investigação de assalto a posto de combustível leva à prisão de traficante

Ele era cunhado de ‘Pitbull’, morto durante o roubo 

Midiamax Publicado em 08/06/2017, às 10h40

None

Ele era cunhado de ‘Pitbull’, morto durante o roubo 

Depois da morte de Aguinaldo Romero Ferreira, vulgo Pitbull, de 38 anos, durante o assalto a um porto de combustível na Avenida Spipe Calarge na noite desta quarta-feira (7), equipes do Batalhão de Choque da Polícia Militar prenderam Francisco Leite de Oliveira Filho, de 24 anos, com uma mala carregada de maconha que seria levada por ele para o Maranhão.

Segundo informações policiais, a prisão aconteceu em continuação as investigações do assalto ao posto de combustível em que o primeiro suspeito foi morto por um sargento do Choque. Francisco era cunhado de Aguinaldo e foi flagrado com a droga em uma casa da Vila Nasser, em Campo Grande.

Conforme o boletim de ocorrência, os policiais foram até o endereço onde ‘Pitbull’ morava e na casa ao lado encontraram Francisco. Ele permitiu a entrada da equipe que encontrou em um dos cômodos uma mala com 12 tabletes de maconha. Após pesada, a droga totalizou pouco mais de 11 quilos.

O rapaz acabou confessando a polícia que levaria a maconha para São Luís do Maranhão e deveriam entregar a mala a uma pessoa identificada como Lucas. Pelo transporte ele receberia R$ 2 mil.

Francisco ainda explicou que a casa em que estava pertencia a ‘Buguinho’ e que no imóvel ao lado morava o cunhado Aguinaldo, ambos responsáveis por guardar objetos roubados. Ele então foi preso em flagrante por tráfico de drogas e foi levado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitária) Centro.

O assalto

A polícia chegou a Francisco depois da morte de ‘Pitbull’. O suspeito foi morto durante um assalto a um posto de combustível na Vila Morumbi. Ele e outros três comparsas chegaram ao local na noite desta quarta-feira (7) em um Voyage, fingindo ser clientes.

Dois suspeitos desceram do carro e enquanto um roubava a conveniência, o outro rendia clientes que abasteciam no estabelecimento. Segundo funcionários, foi neste momento que um sargento do Choque reagiu e disparou em um dos bandidos. Aguinaldo foi ferido e ainda assim tentou entrar no carro dos comparsas, mas não conseguiu.

Ele tentou correr, mas caiu na rua e morreu a poucos metros do posto. O outro suspeito conseguiu fugir no Voyage com os outros suspeitos, no sentido norte-sul pela Rua Dom Duarte da Costa.

Uma mulher que saía de casa no momento do ocorrido, teve o carro atingido por dois disparos. De acordo com a proprietária do posto, Aguinaldo estava com aproximadamente R$ 350 e um celular.

Jornal Midiamax