Polícia

Golpista usa nome de mestre de obras para compras e vítima recebe cobrança de gerente

Câmeras do circuito não comprovaram tal compra

Midiamax Publicado em 10/06/2017, às 18h35

None

Câmeras do circuito não comprovaram tal compra

Um mestre de obras de 25 anos procurou a Polícia Civil, neste sábado (10), depois de ser vítima de estelionato. Um golpista usou seu nome para fazer compras de materiais de construção em uma empresa de Campo Grande, e agora tem sido cobrado pelo gerente do local.

Conforme o boletim de ocorrência, o estelionatário foi até uma empresa de materiais de construção na Avenida Coronel Antonino, usando o nome da vítima, que tem cadastro conjunto com outra pessoa, realizou uma compra e não pagou.

Por ser mestre de obra, a vítima possui o cadastro conjunto caso necessite comprar algo de urgência, mas, segundo o relato à polícia, nunca precisou. A vítima afirma também que foi cobrada pelo gerente da loja, então, pediu as câmeras do circuito que não comprovaram tal compra e mostraram que o golpista só mostrou o documento, mas não foi cadastrado ou teve o documento copiado.

Golpista usa nome de mestre de obras para compras e vítima recebe cobrança de gerente

Jornal Midiamax