Polícia

Garagista cai em golpe por telefone e deposita R$ 10 mil para estelionatário

Carro avaliado em R$ 21 mil

Diego Alves Publicado em 19/01/2017, às 00h30

None
2578_1.jpg

Carro avaliado em R$ 21 mil

Um garagista caiu em um golpe por telefone e perdeu R$ 10 mil nesta quarta-feira (18) em Chapadão do Sul, cidade a 331 quilômetros de Campo Grande. A vítima, de 37 anos, disse que recebeu a ligação de um suposto advogado que informou que seu cliente ofereceu um veículo Voyage ano 2009/2010 pelo valor de R$ 18 mil.

O “advogado” usou esse argumento, pois sabia que seu “cliente”, um homem, de 34 anos, devia dinheiro ao garagista e, por isso ofereceu o carro avaliado em R$ 21 mil, por R$ 18 mil, para abater a dívida.

Com a proposta, o garagista então fez um depósito inicial de R$ 10 mil, pelo carro que inclusive estava em um anúncio na internet. Já para o dono do carro, o estelionatário contou outra história. Ele disse que compraria o veículo, para dar como forma de pagamento a um funcionário, primo do garagista.

Pelo telefone, ele disse para o dono do carro se encontrar com o garagista em um cartório da cidade onde formalizariam a venda. Desconfiado, o proprietário do veículo disse que somente passaria os documentos do carro, após um depósito de R$ 21 mil.

No cartório, os dois se encontraram e perceberam que se tratava de um golpe, já que o bandido contou uma história para cada um. O depósito de R$ 21 mil não foi realizado e quem saiu perdendo no “negócio” foi o garagista que fez o depósito de R$ 10 mil. O caso foi registrado como estelionato na delegacia da cidade.

Jornal Midiamax