Fuzis e barcos foram apreendidos após morte de 3 suspeitos de assalto milionário

Oito pessoas foram presas
| 25/04/2017
- 15:25
Fuzis e barcos foram apreendidos após morte de 3 suspeitos de assalto milionário

Oito pessoas foram presas

Em operação na segunda-feira (24), três pessoas morreram e oito foram presas, suspeitas de participarem do assalto milionário na cidade paraguaia de Ciudad del Este. A ação aconteceu em Foz do Iguaçu, no Paraná, e contou com participação da Polícia Federal, PRF (Polícia Rodoviária Federal), Polícia Civil e Polícia Militar.

De acordo com dados divulgados pela Polícia Federal, além das três mortes em troca de tiros, foram feitas oito prisões e apreensão de seis fuzis, sendo um calibre .50, munições, dois barcos e sete veículos. Detalhes sobre a operação serão divulgados em uma coletiva de imprensa nesta manhã.

Conforme as primeiras informações, após o assalto a PF iniciou patrulhamento na região de entre Brasil e Paraguai e um grupo foi avistado em Foz do Iguaçu. Eles teriam atirado contra os policiais, dando início à troca de tiros. Ainda não há detalhes se o dinheiro roubado da empresa Prosegur foi recuperado.

Relembre o caso

Sede da empresa Prosegur foi convertida em ruínas na cidade paraguaia de Ciudad Del Este na segunda-feira (24), em crime atribuído ao Primeiro Comando da Capital (PCC).

Operação durou pouco mais de quatro horas, conforme os jornais Hoy e ABC Color, deixando rastro de 15 carros queimados, caminhões e bombas espalhadas pela cidade. Miguelitos, pregos unidos com arame, também foram espalhados pelas ruas para impedir possível perseguição.

No confronto, um agente do Grupo Especial de Operações da polícia paraguaia morreu e outro ficou ferido, além três civis. Estima-se que os criminosos, usando máscaras e roupas camufladas, tenham levado cerca de R$ 120 milhões (US$ 40 milhões).

 (Foto: Dalon Dutra / Reprodução)

Veja também

Últimas notícias