Polícia

Com 2 mil kg de maconha, 3 traficantes de MS são mortos pela PM goiana

Seriam de MS

Renata Portela Publicado em 30/01/2017, às 13h02

None
droga_fw68pjk.jpg

Seriam de MS

Três homens, que seriam moradores em Mato Grosso do Sul, foram mortos durante confronto com a Polícia Militar de Goiás, nas proximidades de Posselândia (GO). Eles estavam em três veículos, todos com placas de Ponta Porã (MS) e transportavam grande quantidade de droga no domingo (29).

De acordo com a Polícia Militar, o Serviço de Inteligência foi informado sobre os três veículos, uma F350, uma Parati e um Gol, ocupados por vários homens, que trafegava pela BR-060 em direção a Goiânia. Os veículos estariam transportando drogas, então os policiais fizeram patrulhamento na região.

Equipes da Rotam (Rondas Ostensivas e Táticas Metropolitanas) foram até a região e encontraram os veículos nas proximidades de Posselândia (GO). Os militares tentaram fazer abordagem, quando os motoristas iniciaram fuga. Foi feito acompanhamento tático e, segundo a polícia, um dos motoristas tentou jogar o veículo em cima da viatura várias vezes.

Os policiais atiraram nos pneus da F350, que parou, quando os ocupantes teriam saído do carro e atirado contra os militares, que revidaram. Um dos homens foi atingido e os outros fugiram pelo matagal. Ele foi levado até o hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

A Parati e o Gol foram abordadas alguns metros adiante, mas os ocupantes também atiraram contra os policiais e correram para um matagal, abandonando os veículos. Foi feita busca e patrulha e os suspeitos foram localizados. Houve confronto com os militares e troca de tiros e dois rapazes foram feridos.

Os suspeitos foram levados ao hospital, mas também não resistiram aos ferimentos. Nos veículos foram apreendidos 2,2 toneladas de maconha, além de três armas de fogo, uma pistola 9mm, de uso restrito, e dois revólveres calibre 38.

Com 2 mil kg de maconha, 3 traficantes de MS são mortos pela PM goiana

O caso foi encaminhado para a Polícia Federal e deve ser registrado como tráfico de drogas, qualificado se entre estados. Os três homens que morreram no confronto ainda não foram identificados.

Jornal Midiamax