Após atentado, mulher passa por cirurgia e criança é liberada de hospital

O marido da vítima foi assassinato com 7 tiros
| 21/04/2017
- 18:09
Após atentado, mulher passa por cirurgia e criança é liberada de hospital

O marido da vítima foi assassinato com 7 tiros

Ferida por um tiro durante a execução do marido na noite desta quinta-feira (20), Rafaela Gonçalves, de 23 anos, passa por cirurgia na Santa Casa de Campo Grande. A mulher sofreu uma perfuração na coxa durante o atentado que aconteceu no anel viário da BR-262 entre as saídas de Sidrolândia e Aquidauana. A filha do casal, de 2 anos, que também foi ferida, já recebeu alta.

A jovem e a filha de 2 anos e 11 meses foram feridas durante o atentado que matou Marcílio de Souza Júnior, de 38 anos. De acordo com a assessoria do hospital, Rafaela entrou no centro cirúrgico na manhã desta sexta-feira (21) para um procedimento de ortopedia. Ainda não há detalhes do estado de saúde da paciente. A criança sofreu um ferimento no braço e recebeu alta hospitalar na manhã desta sexta-feira.

As três vítimas, uma prima e a avó de a avó de Rafaela, de 13 e 82 anos, estavam no Fiat Palio quando foram atacadas pelo autor, que estava em uma motocicleta. Eles transitavam na rodovia em sentido ao Centro Penal Agroindustrial da Gameleira, onde Marcílio cumpria pena, quando foram abordados.

O homem ainda tentou fugir retornando pela pista contrário, porém foi alcançado e executado a tiros. Segundo uma tia de Marcílio, o sobrinho cumpria pena por roubo na Gameleira há três meses e estava retornando ao Centro Penal após ter conseguido liberação para uma consulta médica.

De acordo com a Polícia Civil, Marcílio foi atingido por ao menos sete tiros e várias cápsulas deflagradas foram apreendidas. O caso pode estar relacionado ao tráfico de drogas ou rixa antiga e o autor já foi identificado pela polícia.

Veja também

Equipe do TOR (Tático Ostensivo Rodoviário), da Polícia Militar Rodoviária, apreendeu uma tonelada de maconha...

Últimas notícias