Após assaltos e tentativa de estupro, Guarda fará rondas em asilo

Fiscalizações ocorrerão dentro e no entorno da instituição
| 06/04/2017
- 01:41
Após assaltos e tentativa de estupro, Guarda fará rondas em asilo

Fiscalizações ocorrerão dentro e no entorno da instituição

A Guarda Municipal de Campo Grande deve iniciar rondas dentro e no entorno de um asilo da Capital, após série de assaltos e .

No fim de março, uma técnica que trabalha há um ano na instituição buscava água, quando foi surpreendida pelas costas por um homem armado com uma faca. Ele invadiu o lugar, por volta das 20 horas, e arrastou a mulher para um local mais escuro na tentiva de estupra-la. O bandido chegou a rasgar as roupas da vítima, mas ela conseguiu fugir. 

“Não podemos ficar omissos em casos como esse. Se sabemos que o asilo passa por dificuldades e houve até atraso no repasse da Prefeitura, que ajuda a manter a instituição, é importante nos mobilizarmos para encontrar solução. Fiquei feliz ao saber que podemos contar com a Guarda Municipal para resolver esse problema de vez”, comentou o vereador André Salineiro, responsável pelo pédido.

Nesta terça feira (4), o chefe da Base Administrativa Região Bandeira, Genival Augusto Fernandes se reuniu com o Presidente do Asilo e ficou definido que todos os dias, em horários alternados uma guarnição fará rondas internas e externas no local, em especial durante a noite. 

“Essa interação com a comunidade é muito importante, pois não só fazemos a segurança dessas pessoas, mas também as visitamos, tendo em vista que muitos não veem seus familiares e amigos há muito tempo”, disse o chefe da Base. 

Veja também

Há suspeita de que ela e o ex tenham agido em um caso de latrocínio

Últimas notícias