Polícia

Após 5 anos, Justiça manda a júri dupla que matou militar da Base Aérea

Ainda não há data para o julgamento

Wendy Tonhati Publicado em 29/11/2017, às 11h19

None

Ainda não há data para o julgamento

A Justiça mandou a júri popular Kenny Mendes Durand, 39 anos, e Ronaldo dos Santos, 45 anos, acusados de matar o soldado da base área de Campo Grande, Renato Dec Barbosa –então 21 anos-, e ferir outras três pessoas. O crime aconteceu em 23 de junho de 2012, em um bar do Jardim São Conrado, em Campo Grande.

 “Posto isso, com esteio no art. 413, do CPP, pronuncio Ronaldo dos Santos e Kenny Mendes Durand no art.121, §2º, incisos I e IV do Código Penal”, diz a publicação da 2ª Vara do Tribunal do Júri.

Após 5 anos, Justiça manda a júri dupla que matou militar da Base Aérea

“Supõe-se, em princípio, que agiu por motivo torpe, na medida que vingou-se da vítima devido a desentendimento anterior, porque Renato teria feito gracejos para então companheira de Ronaldo”, diz a pronúncia. 

Polícia busca testemunhas e aguarda na delegacia dupla que matou militar da Base Aérea

Dono de bar e testemunhas contradizem versão de atirador que matou militar

Jornal Midiamax