Polícia

Ao voltar da igreja, homem agride a esposa com cabo de rodo

Vítima solicitou medidas protetivas 

Clayton Neves Publicado em 14/12/2017, às 13h51

None

Vítima solicitou medidas protetivas 

Uma mulher de 30 anos procurou a polícia na manhã desta quinta-feira (14), para solicitar medidas protetivas contra o marido, de 25 anos. À polícia, a vítima contou que na  noite de terça-feira (12), apanhou com o cabo de um rodo, minutos depois de o homem ter voltado da igreja. 

De acordo com informações do Boletim de Ocorrência, o casal mora em uma aldeia indígena de Coronel Sapucaia e se relaciona há 6 anos. No entanto, a esposa afirma que há aproximadamente 1 ano, o autor se tornou agressivo. 

No dia da agressão, o marido teria voltado da igreja e ficado no celular. Quando a vítima foi para a cama se deitar, foi surpreendida pelo homem que a segurou pelo pescoço e arrastou para fora da residência. A irmã da mulher tentou ajudar, mas também foi expulsa do local. 

Minutos depois, a esposa contou que pediu para que o marido a entregasse o chinelo que havia ficado na casa, neste momento, o autor teria a atacado com o cabo de um rodo. Exame de corpo de delito foi feito e comprovou as agressões. 

O caso foi registrado como lesão corporal dolosa e violência doméstica na delegacia do município.

Violência doméstica

A violência contra a mulher é crime e pode ser denunciada através do ‘Ligue 180’. Em dezembro de 2015, um levantamento feito pela Central de Atendimento à Mulher apontou que, das mais de 4 milhões de vítimas que fizeram denúncias, Campo Grande foi a Capital em que houve maior taxa de relatos de violência (227,53 relatos por 100 mil mulheres).

Jornal Midiamax