Polícia

Universidade abrirá sindicância para apurar caso de jovem que teve dente errado extraído

Universidade diz lamentar o ocorrido

Gerciane Alves Publicado em 22/02/2016, às 20h48

None
policia_-_generica.jpg

Universidade diz lamentar o ocorrido

A Faodo (Faculdadade de Odonologia) da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) disse através de nota nesta segunda-feira (22) que uma sindicância será instaurada para apurar o caso ocorrido com um jovem, de 22 anos, no dia 15 de fevereiro. A jovem procurou a polícia no início da tarde de hoje afirmando que teve um dentre errado extraído. 

Na nota, a universidade destaca que a faculdade de odontologia lamenta o ocorrido. Entramos em contato com a Faodo, mas segundo o diretor responsável pelo local Paulo Zarate, o assunto só será comentado pela assessoria de comunicação da universidade por ter ser tornado um “assunto oficial.

O caso

No início da tarde desta segunda-feira (22), jovem de 22 anos procurou a Polícia Civil para registrar caso de lesão corporal dolosa, quando há intenção. Ela afirma que foi até a clínica odontológica da UFMS para extrair o siso, mas teve o dente errado extraído.

De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima foi até a clínica, localizada nas mediações da Faodo (Faculdade de Odontologia) da universidade, na manhã do dia 15, por volta das 9 horas. Ela faria um procedimento para extração do siso superior esquerdo e, após algumas horas, quando já estava em casa, percebeu que o dente errado havia sido extraído.

Segundo a vítima, ela procurou o diretor da faculdade, que constatou o erro. Ele ainda afirmou que a jovem poderia continuar o tratamento pela universidade, mas que o caso poderia demorar. O diretor ainda disse para a paciente que ela receberia um relatório sobre o ocorrido.

Jornal Midiamax