Polícia

Suspeito de matar políticos na fronteira do Paraguai se entrega a pedido da esposa

Ele foi preso na noite de terça-feira 

Gerciane Alves Publicado em 10/08/2016, às 17h57

None
roberto-rodriguez-gonzalez-.jpg

Ele foi preso na noite de terça-feira 

O cozinheiro Roberto Carlos Rodríguez González, apontado como o responsável pelo assassinato do intendente (cargo equivalente a prefeito) da cidade de Bella Vista Norte, Miguel Louteiro Echeverría, e de seu secretário, Celso Carballo se entregou na noite de terça-feira (9) depois de sua esposa negociar sua rendição com a polícia paraguaia.

Segundo o jornal ABC Color, o comissário Walter Vazquez chefe do departamento de investigação da Polícia Nacional disse em entrevista que González se entregou porque se sentiu 'encurralado'. A esposa do cozinheiro teria entrado em contato com o promotor do caso , Samuel Valdez, para negociar a rendição de seu marido. González foi preso por volta das 21 horas em um estabelecimento localizado na Sapucaí , distrito Yvy Yaú, departamento de Concepción.

Antes da prisão de González foram feitas buscas na casa de Catalino Diaz, que disputou as últimas eleições com Miguel Louteiro Echeverría. Segundo o promotor, vizinhos disseram que o cozinheiro foi até a residência, localizada em Pedro Juan Caballero, depois de cometer o crime. Nenhuma pista que pudesse ligar Diaz ao crime foi encontrada.

González já respondeu por roubo, em 2010, e por um homicídio, ambos em Bella Vista Norte. Ele está preso na sede da Investigação Criminal Pedro Juan Caballero, Amambay.

O crime

O intendente foi morto enquanto vistoriava uma ponte na Comunidade Santa Ana, a cerca de 50 km da cidade, quando foi surpreendido por pistoleiros. De acordo com testemunhas, o prefeito foi vistoriar uma ponte que precisava de reparos, e desceu no rio para verificar o estado de conservação da obra.

O secretário permaneceu em cima e foi o primeiro a ser morto pelos pistoleiros. O prefeito, embaixo da ponte, ainda tentou fugir, mas foi alcançado e morto a tiros.  

Jornal Midiamax