Polícia

Polícia prende homem que matou a facadas funcionário de empresa de engenharia

Crime aconteceu no dia 18 de maio

Thatiana Melo Publicado em 29/06/2016, às 12h25

None
policia_ilustrativa-gw6.jpg

Crime aconteceu no dia 18 de maio

Natanael Francisco de Pinho, de 28 anos foi preso pelo SIG (Setor de Investigações Gerais) da polícia civil no último dia 18 de junho acusado de assassinar a facadas Wislley Marquezolo, de 28 anos, em Campo Grande, no Bairro Moreninhas, no dia 18 de maio.

Segundo informações depois de ouvir várias testemunhas, a polícia chegou ao paradeiro de Natanel, que confessou o crime. Em depoimento o autor disse que estava em um bar, nas proximidades do Parque Jacques da Luz e quando voltava para casa, no Bairro Moreninhas teria cruzado com a vítima em um beco.

Ainda de acordo com Natanel, a vítima teria que estava com um casaco do tipo sobretudo teria passado por ele e dito um nome e em seguida começado a desferir xingamentos contra ele. Em seguida Wislley teria atacado o autor com uma faca, mas acabou sendo derrubado por ele com um golpe de capoeira.

Autor e vítima foram ao solo, momento em que Wislley desferiu golpes de faca contra Natanel. O autor ainda disse que derrubou novamente a vítima no chão, e tomou a faca de suas mãos passando a golpeá-lo.

Depois de golpear Wislley jogou a faca em um canteiro de plantas e foi para sua residência. O autor já possui registros policiais em seu desfavor pelos crimes de roubo com uso de arma de fogo; porte ilegal de arma de fogo; coação no curso do processo; vias de fato (violência doméstica); violação de domicílio e três ocorrências de ameaça (violência doméstica).

O caso

Wislley Marquezolo, de 28 anos foi assassinado com oito facadas no dia 18 de maio, em Campo Grande, na Vila Moreninha III.

Segundo informações do boletim de ocorrência registrado, Wislley trabalhava em uma empresa de engenharia da Capital. Um motorista que passava pela Rua Amapa Doce, por volta das 22h30 visualizou a vítima caída no chão e parou o veículo que conduzia para tentar ajudar o homem.

Ao descer, a testemunha percebeu que o homem estava ferido. O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionado, mas o homem já estava morto. Wislley foi ferido com oito facadas.

O irmão da vítima afirmou aos policiais que Wislley ingeria frequentemente bebidas alcoólicas em bares próximos a sua residência. Outra testemunha moradora próximo ao local do crime informou que teria ouvido barulhos de motor do que parecia ser uma camionete. 

Jornal Midiamax