Polícia

Polícia encontra corpo de mulher que estava desaparecida e prende suspeitos de assassinato

Casal suspeito bebia com a vítima no dia do desaparecimento

Midiamax Publicado em 15/12/2016, às 21h13

None
whatsapp-image-2016-12-14-at-21.27.09-672x372.jpeg

Casal suspeito bebia com a vítima no dia do desaparecimento

Nailson Ferreira dos Santos de 31 anos e Joana Darque Rodrigues Rosa de 44 anos foram presos nesta quinta-feira (15) suspeitos de assassinar e ocultar o corpo de Ana Rosa da Silva de 53 anos, que estava desaparecida desde o dia 2 de dezembro. O corpo foi localizado em uma mata às margens da rodovia MS-310, no município de Paranaíba, a 407 quilômetros da Capital.

Conforme investigação da Polícia Civil de Cassilândia, a 430 quilômetros da Capital, uma testemunha informou que Ana teria saído de casa e estaria, em um bar ingerindo bebida alcoólica em companhia do casal, no dia do desaparecimento, mas que em determinado momento, os três teriam ido até um posto abandonado. 

Familiares da vítima, disseram que o casal foi até a casa de Ana e que Nailson disse que mataria a vítima caso ela tivesse furtado seu celular. Em seguida teriam retornado ao posto, para pegar Ana, pois a teriam deixado a pé.

Vizinhos de Nailson e Joana teriam visto ambos chegar de madrugada, lavado o carro, pegado algumas vestes e saído em seguida, não tendo retornado desde então.

A Polícia Civil deu início as investigações e prendeu Nailson e Joana nesta quinta. Eles se encontram presos e à disposição da justiça. Caso condenados responderão por homicídio qualificado por motivo fútil e destruição, subtração e ocultação de cadáver.

O corpo da vítima foi encaminhado ao IML de Paranaíba, e, após exames periciais, deverá ser liberado para a família.

Jornal Midiamax