Polícia

Pai que matou com soco bebê de três meses tem prisão decretada

Homem disse que espancou criança porque “não parava de chorar”

Midiamax Publicado em 19/01/2016, às 20h22

None
homem_bebe.jpg

Homem disse que espancou criança porque “não parava de chorar”

Foi decretada a prisão preventiva do pai que matou o filho de três meses depois de um soco na cabeça em Bonito, cidade distante 260 quilômetros de Campo Grande. Rodrigo Ramos Gomes, de 18 anos, foi preso no domingo (17) depois de confessar ter dado um soco na criança porque “não parava de chorar”.

A juíza Adriana Lampert da 1ª Vara Cível da Comarca de Bonito decretou a prisão preventiva do acusado nesta terça-feira (19). Rodrigo permanece preso na delegacia da cidade em cela isolada a espera de vaga em presídio.

Sobre o caso

Na manhã de domingo (17), a mãe notou que a criança estava com o nariz sangrando, e quando chegou próximo ao bebê viu que estava morto. De acordo com a delegada Jennifer Estevam de Araújo da Delegacia de Polícia da cidade, Rodrigo ainda levou o bebê junto com a esposa ao hospital dizendo ser morte natural.

No local, o médico constatou a morte devido a uma pancada na cabeça. A Polícia Militar foi acionada.

Os policiais, juntamente com o delegado Alex Sandro, começaram a investigar o caso. Foi então que o autor confessou o crime e disse ter agredido a criança porque “não parava de chorar”. Ele ainda afirmou que estava embriagado na madrugada em que o crime aconteceu. 

Rodrigo recebeu voz de prisão e foi indiciado por homicídio qualificado por motivo fútil. O laudo que atesta a causa da morte está sendo feito em Dourados.

Jornal Midiamax