Polícia

Ônibus de Prefeitura são incendiados em garagem e ficam destruídos

Polícia diz que incêndio é criminoso

Midiamax Publicado em 05/08/2016, às 13h59

None
onibus-incendiado2-735x400.jpg

Polícia diz que incêndio é criminoso

Três ônibus da Prefeitura foram incendiados no pátio da garagem municipal, na madrugada desta sexta-feira (5), a 359 quilômetros de Campo Grande, em Naviraí, onde dois presos morreram durante rebelião na Penitenciária de Segurança Máxima do município. 

O delegado titular da 1ª Delegacia de Polícia Civil, Edson Luis Ruiz Ubeda, afirma que o incêndio foi criminoso, no entanto, não há como dizer se o caso está relacionado à rebelião.

"De fato o incêndio foi criminoso. Testemunhas disseram ter visto dois homens de bicicleta e com sacolas nas mãos nesta madrugada. Ainda não temos a autoria identificada, mas temos equipe de investigação fazendo levantamento de câmeras de monitoramento", explica.

A Perícia Técnica da Polícia Civil foi acionada, no entanto, ainda não é possível afirmar o material usado para provocar o incêndio, porém, o delegado acredita que os suspeitos usaram coquetel molotov, arma química incendiária geralmente utilizada em protestos.

"Não encontramos nenhuma prova. O muro tem mais de dois metros de altura e provavelmente atiraram alguma coisa por cima, o que provocou o incêndio. Possivelmente usaram um coquetel molotov", suspeita.  Até o momento não foi registrado o boletim de ocorrência a respeito do caso, mas a polícia já iniciou as investigações.

Jornal Midiamax