Polícia

‘Não tenho nada a perder’: ex-marido ameaça mulher de morte para reatar casamento

Ele já responde processos por violência doméstica

Renata Portela Publicado em 23/02/2016, às 14h22

None
delegacia_de_porto_murtinho.jpg

Ele já responde processos por violência doméstica

Na manhã desta terça-feira (23), mulher de 28 anos procurou a polícia para relatar que foi ameaçada de morte pelo ex-marido, de 29 anos. Os dois são moradores de Porto Murtinho, cidade a 454 quilômetros de Campo Grande, e o rapaz já responde processos por violência doméstica.

Segundo informações do boletim de ocorrência, o casal conviveu maritalmente por três anos e tem um filho de 1 ano. Conforme relato da vítima, o marido sempre foi muito agressivo, por conta de 'ciúme doentio'. A mulher ainda conta que já morou na Capital com o rapaz de 29 anos e, na época, foi agredida fisicamente, procurou a polícia e fez pedido de medida protetiva.

Consta no registro policial que, na manhã de segunda-feira (22), os dois se encontraram na rua, em Porto Murtinho, e conversaram sobre o filho do casal, momento em que o rapaz insistiu em reatar o relacionamento com a vítima. A mulher se negou e o ex-marido então a ameaçou dizendo: “Não tenho nada a perder, sou capaz de matar você”.

De acordo com a polícia, o suspeito liga para a vítima, a ameaçando e ordenando que ela leve a criança para que o pai o veja. A vítima afirma que tem medo do suspeito, por ele ser “violento e inconsequente”. O caso foi registrado como ameaça, qualificada por violência doméstica, e é investigado pela Polícia Civil.

Jornal Midiamax