Polícia

Mulher é perseguida e difamada por homem depois de se recusar a virar amante

Caso foi registrado como ameaça e difamação

Thatiana Melo Publicado em 05/08/2016, às 21h29

None
policia_ilustrativa-gw6.jpg

Caso foi registrado como ameaça e difamação

Depois de recusar as investidas de um homem, de 34 anos, seu vizinho, na cidade de Bandeirantes localizada a 68 quilômetros de Campo Grande, uma mulher, de 36 anos passou a ser perseguida e difamada pelo autor.

Segundo informações da vítima, o autor é seu vizinho e passou a fazer propostas indecentes de ‘ficarem junto’, mas ao recusar o convite do homem que é casado, o autor passou a persegui-la.

O autor passou a afirmar para os moradores da região, que já teria ‘ficado’ com a vítima e que sabia que ela teria uma tatuagem. O homem disse para sua esposa, que a vítima dava em cima dele e que ela teria uma tatuagem.

O autor ainda passou a acusar a vítima de estupro. Segundo o homem, a mulher teria estuprado uma de suas filhas. Com raiva depois de ser recusado, o autor ainda afirmou que prejudicaria a vítima, “Quem é denunciado por estupro acaba morrendo na cadeia”.

Com medo das ameaças do homem, a mulher procurou a polícia para registrar um boletim de ocorrência por ameaça, difamação.

Jornal Midiamax