Polícia

Leiturista vai cortar água e precisa da ajuda da PM depois de ser ameaçado de morte

Morador não pagava água há três meses

Thatiana Melo Publicado em 18/11/2016, às 10h58

None
padrao_de_agua.jpg

Morador não pagava água há três meses

Ao ir cortar a água em uma residência na cidade de Bonito distante 300 quilômetros de Campo Grande, um leiturista, de 28 anos, foi ameaçado de morte pelo morador, de 59 anos. A polícia teve de ser acionada.

De acordo com informações do boletim de ocorrência registrado na delegacia de polícia civil, por volta das 15 horas desta quinta-feira (17) ao ir até a residência para efetuar o corte de água acabou sendo ameaçado de morte.

“Se cortar minha água vou meter bala, primeiro no cortador e depois no encarregado”. O funcionário avisou o morador que só estava fazendo seu trabalho, e que precisa cortar o fornecimento de água para o imóvel. Há três meses o homem não pagava as contas de água.

Com medo das ameaças, o funcionário acionou a Policia Militar, que teve de auxiliar o leiturista no corte da água. O caso foi registrado como ameaça.

Jornal Midiamax