Polícia

‘João Paulista’ é assassinado a facadas depois de agredir ‘João Bugre’ em bar

O suspeito também foi esfaqueado

Midiamax Publicado em 26/06/2016, às 14h11

None
1466938969576fb659588344.11089784.jpg

O suspeito também foi esfaqueado

Edson Ronaldo de Menezes de 51 anos, vulgo João Paulista, morreu na madrugada deste domingo (26), depois de ser atingido por oito golpes de faca em Itaporã, a 233 quilômetros de Campo Grande. O homem foi esfaqueado durante uma briga com um desafeto e também chegou a ferir o suspeito, conhecido como ‘João Bugre’.

Na noite de sábado (25), a vítima foi até um bar da cidade onde estava o autor do crime, João Batista de Oliveira de 39 anos, vulgo ‘João Bugre’ e o chamou para conversar. Do lado de fora do estabelecimento os dois iniciaram uma briga e Edson Ronaldo agrediu o suspeito com uma coronhada na cabeça, fugindo do local em seguida

João foi socorrido, levado para o Hospital Municipal e liberado na madrugada deste domingo (26). Indignado com a agressão que sofreu, o homem se armou com uma faca e foi até a casa de ‘João Paulista’. Os dois voltaram a discutir e ambos armados com facas começaram novas agressões.‘João Paulista’ é assassinado a facadas depois de agredir 'João Bugre' em bar

Autor e vítima sofreram várias perfurações pelo corpo e foram socorridos por uma ambulância do Hospital Municipal Lourival Nascimento da Silva. ‘João Paulista’ não resistiu aos ferimentos e morreu antes mesmo de ser transferido para um hospital de Dourados, como era programado pelos médicos.

João Batista de Oliveira contínua internado. Segundo o site Itaporã News, o suspeito já possui passagem por homicídio. Em 2004 ‘João Bugre’ matou Osvaldo Nunes de Oliveira, de 31 anos, o Tiquinha, em um bar do distrito de Santa Terezinha.

Jornal Midiamax