Polícia

Janeiro a abril: apreensões de drogas no estado ultrapassam 59 toneladas e superam 2015

 692 pessoas foram presas por tráfico de drogas em 2016

Midiamax Publicado em 09/05/2016, às 19h15

None
c4961318-8b05-461a-909e-b524e9d9439f.jpg

 692 pessoas foram presas por tráfico de drogas em 2016

As apreensões de drogas em Mato Grosso do Sul já ultrapassaram 59 toneladas nos quatro primeiros meses do ano. O número, divulgado pela Sejusp (Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública) nesta segunda-feira (9), chega a mais de 22% da quantidade retirada de circulação no mesmo período do ano passado.

De acordo com a secretaria, de janeiro a abril de 2015 as polícias do Estado tiraram de circulação 48,6 toneladas de drogas. Neste ano, o valor real de apreensões chega a 59,8 mil quilos, o que representa um crescimento de 22,9%.

As maiores apreensões foram nos municípios que fazem fronteira com o Paraguai e a Bolívia. Conforme dados do DOF (Departamento de Operações de Fronteira), no período foram 150% mais apreensões de maconha e 140% de cocaína, em comparação com 2014, que totalizam mais de 11,9 toneladas de maconha e 174 quilos de cocaína tirados de circulação somente pelo DOF.

“Percebemos que há maior demanda por conta dos grandes carregamentos que estamos tirando de circulação e que tinham como destino os grandes centros do país. Graças à qualificação e comprometimento dos nossos policiais, conseguimos impedir que esta droga chegasse a outros estados”, pontua o diretor-executivo do DOF, coronel Ary Carlos Barbosa.

Só de maconha, foram apreendidas 46,3 toneladas em 2015 e 58,3 neste ano. Para o delegado Rodrigo Yassaka, titular Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico), os números refletem o cenário atual das leis brasileiras. “Afrouxaram a repressão ao consumo e de imediato isso refletiu em aumento do tráfico em todas as cidades”, destaca.

Diante dos trabalhos da especializada, Yassaka afirma que houve crescimento da atividade criminosa, com o surgimento de novas “bocas de fumo” e aumento considerável no número de pessoas envolvidas com o tráfico de drogas.

De 2014, para 2015 o número de prisões pelo crime cresceu 12,8%. Já de janeiro a abril desde anos, em comparação ao ano passado, houve uma queda de 11,4%, somando 692 pessoas foram detidas. As apreensões de menores em flagrante por tráfico também caíram de 159 para 147.

Segundo a Sejusp, dos mais de 15 mil presos existentes em Mato Grosso do Sul, 39% cumprem penas por tráfico de drogas. Desse percentual 85% são mulheres e 15% homens. Dos crimes internacionais, em sua maioria drogas e armas, são 624 presos no Estado, 158 deles estrangeiros.

Jornal Midiamax