Polícia

Homem que matou ex-mulher e ex-sogro é julgado nesta sexta na Capital

Pulou o portão da casa

Diego Alves Publicado em 26/02/2016, às 01h50

None
policia_ilustrativa-gw3.jpg

Pulou o portão da casa

Claudemir Celestino de Oliveira, 37, acusado de matar a ex-mulher Ana Cláudia Duarte de Souza de 27 anos e o pai dela Luís Antônio de Souza de 59 anos será julgado pela 2ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande na manhã desta sexta-feira (26).

O crime aconteceu no dia 8 de agosto de 2014 na casa das vítimas localizada na Rua Cavaleiro da Rosa no Bairro Estrela do Sul na Capital.

Com duas armas de fogo, o autor pulou o portão, entrou na casa e deu dois tiros em Luiz e na ex-companheira. Os dois morreram no local. Logo em seguida, ao tentar fugir, Claudemir foi segurado pela mãe da vítima. Ele conseguiu escapar e ainda efetuou alguns disparos que não a atingiu.

Segundo o Ministério Público, Claudemir Celestino agiu por motivo torpe, pois matou as vítimas e tentou matar a sogra, pois não aceitava pagar a pensão estipulada às filhas.

Além disse, ele tinha o sentimento de posse sobre Ana Cláudia, pois não aceitava a separação. Ainda de acordo com o MP, ele também utilizou de recurso que impossibilitou a defesa da vítima, pois pulou o muro da residência das vítimas e repentinamente atirou várias vezes, utilizando duas armas de fogo.

O juiz da 2ª Vara do Tribunal do Júri, Aluízio Pereira dos Santos, pronunciou o réu conforme os termos da denúncia.

Claudemir foi denunciado nos artigos 121, § 2º, incisos I e IV (homicídio qualificado cometido por motivo torpe com recurso que dificulta a defesa da vítima por duas vezes), 121, § 2º, incisos I e IV c/c art. 14 (tentativa de homicídio cometido por motivo torpe com recurso que dificulta a defesa da vítima por duas vezes) e no art. 69 (concurso material), todos do Código Penal.

Jornal Midiamax