Polícia

Golpe: falso oficial de Justiça tenta cobrar R$ 1 mil por fiança, mas é descoberto

Ligação era do Ceará 

Clayton Neves Publicado em 05/09/2016, às 22h31

None
viatura-sirene_0.jpg

Ligação era do Ceará 

Tentativa de golpe na noite desta segunda-feira (5), por pouco fez com que a empregada doméstica Lucinete Lira, de 45 anos, perdesse R$ 1 mil. Ela conta que no sábado (3), sua irmã que era evadida do regime semiaberto foi detida em Campo Grande, e hoje, um falso oficial de Justiça informou que o valor referente a fiança deveria ser depositado em uma conta para que a soltura de sua imã fosse autorizada.

De acordo com Lucinete, no telefonema o homem se identificou como oficial de Justiça e informou que depois que o dinheiro fosse depositado, um alvará de soltura seria expedido por um juiz. “Ele me passou os dados de uma Conta Poupança da Caixa Econômica Federal. Disse que era a conta de um oficial de Justiça”, conta.

Na dúvida, a doméstica resolveu ir até a 3ª Delegacia de Polícia Civil, localizada no Bairro Carandá Bosque, responsável pela prisão da irmã. Lá, recebeu a informação de que o caso tratava-se da tentativa de golpe, já que o crime cometido pela irmã não é afiançável. “Desconfiei porque o número era estranho, com DDD do Ceará”, finaliza.

Por conta do horário Lucinete não conseguiu registrar Boletim de Ocorrência na delegacia do Carandá Bosque, porém, informou que vai formalizar o caso nesta terça-feira. 

Jornal Midiamax