Polícia

Frentista de posto suspeito de divulgar pornografia infantil na internet é preso

Ele estava foragido

Renata Portela Publicado em 04/05/2016, às 14h42

None
policia_federal.jpeg

Ele estava foragido

Na noite de terça-feira (3), Hindeburg de Freitas Cantário, de 28 anos, foi preso em flagrante em Três Lagoas, cidade a 338 quilômetros de Campo Grande. Ele era considerado foragido desde 2014, pelo crime de pedofilia.

Conforme a Polícia Federal, Hindeburg, que é professor e estava trabalhando em Três Lagoas como frentista em um posto de combustível, tinha mandado de prisão em aberto, expedido pela Justiça Federal de Belo Horizonte (MG). O processo trata do crime de pedofilia, após prisão em flagrante durante buscas realizadas na casa do rapaz.

De acordo com a PF, na residência de Hindeburg, na época, foram apreendidos em computadores registros com cenas de sexo explícito envolvendo menores. O rapaz respondia pelos crimes de armazenar e difundir imagens de pornografia infantil e estava foragido desde março. Ele foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Federal e será encaminhado ao presídio.

Jornal Midiamax