Polícia

Festa frustrada, polícia é cercada por grupo e sete acabam presos

Duas pessoas ficaram feridas com balas de borracha

Thatiana Melo Publicado em 14/11/2016, às 13h52

None
festa_bala_de_borracha.jpg

Duas pessoas ficaram feridas com balas de borracha

Uma festa que teria começado na noite deste domingo (13), em Três Lagoas distante 339 quilômetros de Campo Grande, não terminou bem na madrugada desta segunda-feira (14) depois que vários vizinhos acionaram a polícia por perturbação do sossego.

Por volta das 2h40 da madrugada desta segunda-feira (14) a polícia foi até a residência, onde funcionava uma república. No local, vários estudantes participavam de uma festa com som alto. A polícia tentou falar com o proprietário do local, mas só após dez minutos depois uma jovem saiu para falar com os policiais.

Ela teria desacatado os militares, “Vocês não podem fazer isso seus merdas, somos estudante”.  Um policial deu voz de prisão a jovem por desacato, momento em que a confusão começou, segundo o site Jornal do Povo.

Ainda de acordo com informações outros jovens que estavam na festa saíram para impedir que a amiga fosse presa, cercando os policiais. Eles ainda tentaram tirar a arma do coldre de um dos militares.

Momento em que dois disparos de borracha foram feitos atingindo a perna de duas estudantes. Outras três equipes foram acionadas para ajudar na confusão. Duas horas depois, os policiais conseguiram entrar na residência e encontraram várias garrafas de bebidas alcoólicas e porções de maconha.

Sete jovens foram presos e as duas estudantes feridas levadas para UPA (Unidade de Pronto Atendimento) para atendimento médico.

Jornal Midiamax