Polícia

Fazendeira é multada por desmatar área preservada para abrir estrada

Multa foi de R$ 10 mil

Clayton Neves Publicado em 17/12/2016, às 21h32

None
unnamed.jpg

Multa foi de R$ 10 mil

Durante fiscalização equipe da PMA (Polícia Militar Ambiental) de Dourados, distante 225 quilômetros de Campo Grande, autuou administrativamente e multou em R$ 10 mil uma fazendeira que desmatava área de preservação para abertura de uma estrada.

De acordo com informações da PMA,   a proprietária rural de 42 anos construiu um aterro e abriu uma estrada, degradando áreas de preservação permanente de um curso d’água que corta a propriedade. Ela não tinha licença ambiental para fazer o serviço.

As atividades foram paralisadas e a fazendeira, que mora em Rio Brilhante, foi autuada administrativamente e multada em R$ 10 mil. Ela também responderá por crime ambiental de funcionar atividade potencialmente poluidora sem a licença ambiental, que prevê pena de prisão de três a seis meses e por degradação de área de preservação permanente, com pena prevista de um a três anos de detenção.

A autuada foi notificada a apresentar um plano de recuperação da área degradada junto ao órgão ambiental.

Jornal Midiamax