Polícia

Executado no Paulo Coelho tinha histórico de brigas e ameaças de morte

 Vítima tentou fugir, mas caiu sem vida no quintal do vizinho  

Thatiana Melo Publicado em 26/01/2016, às 10h54

None
fotopaulocoelho.jpg

 Vítima tentou fugir, mas caiu sem vida no quintal do vizinho

Billy Ferreira da Silva, de 22 anos foi executado com tiros que atingiram seu peito e costas na noite desta segunda-feira (25), no Bairro Paulo Coelho Machado, em Campo Grande, por volta das 20h30.

De acordo com informações policiais, a vítima estava sentada em frente à sua casa quando dois homens chegaram em uma motocicleta, sendo que o garupa todo de preto desceu e começou a efetuar os disparos atingindo Billy, que tentou fugir correndo para os fundos da residência.

Billy Ferreira pulou o muro e caiu no quintal de uma vizinha. O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas a vítima não resistiu. A Polícia Militar e a perícia foram acionadas e o corpo foi encaminhado para o IMOL (Instituto de Medicina e Odontologia Legal).

O irmão de Billy disse aos policiais, que há três meses a vítima teria se metido em uma confusão com um homem, que teria desferido vários golpes de faca contra Billy.

Após este incidente, a vítima teria se envolvido em outra confusão com outra pessoa, ainda não identificada. Desta vez Billy estava armado com uma faca e ameaçou de morte um desafeto seu.

Ainda segundo o irmão, Billy sofria várias ameaças de morte e teria uma rixa antiga com um homem identificado como 'Neguinho'. Em uma das residências da rua onde ocorreu o homicídio há câmeras de monitoramento, que podem ter flagrado a ação dos bandidos.

O caso foi registrado como homicídio na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Piratininga.

Jornal Midiamax