Polícia

Encontrado carro de estudante sequestrada e ameaçada de abuso sexual

Abordada por dois assaltantes na Rua Ceará

Diego Alves Publicado em 23/02/2016, às 22h58

None
carro3.jpg

Abordada por dois assaltantes na Rua Ceará

Policiais militares do Tático do 9º BPM encontraram o carro da jovem de 20 anos,vítima de assalto e sequestro no momento em que voltava do cursinho para casa na madrugada desta terça-feira (23). O carro, um Celta preto estava em um matagal no Bairro Morada Verde em Campo Grande.

A vítima foi abordada por dois assaltantes na Rua Ceará, nas proximidades da Avenida Coronel Antonino, por volta das 23 horas e mantida no porta-malas do próprio carro por aproximadamente 2 horas. “Ela está traumatizada” disse o tio da jovem no momento em que o veículo era retirado do matagal.

O veículo foi escondido em meio a vegetação, em um local que o acesso é uma via sem asfalto que começa na Rua Pintasilgo. No local existem alguns barracos porém não havia ninguém no momento em que a polícia retirava o carro que foi roubado. “Chegamos ao local após diligências”, disse o cabo Emerson do Tático do 9º BPM.

O carro foi levado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), Centro. A polícia agora procura pelo paradeiro dos bandidos.

Caso

De acordo com a vítima, ela saiu do cursinho e voltava para casa no Celta, preto, placas MOS-9598 de Campo Grande (MS). A jovem conduzia o veículo na Rua Ceará, em direção à Avenida Coronel Antonino, quando foi abordada por dois homens em uma motocicleta. Conforme relato da estudante, o passageiro da moto estava armado e fez sinal para ela parar o veículo.

Segundo a vítima, os suspeitos a colocaram no porta-malas do carro e um seguiu no Celta, enquanto o outro continuou na motocicleta. Ela percebeu que, em determinado momento, o carro parou e o assaltante que estava na moto também entrou no carro. Por volta de 1 hora desta terça-feira, os assaltantes deixaram a jovem em uma rua sem asfalto, no Nova Lima, região norte de Campo Grande.

Segundo a estudante, um dos assaltantes fez menção de que iria abusar dela, mas o outro o impediu. A jovem chegou a tirar a calça, quando um dos bandidos repreendeu o comparsa.

Os assaltantes eram agressivos e ordenavam que ela não olhasse para eles, para que não gravasse as características dos bandidos. De acordo com a jovem, eles fugiram no Celta e ela começou a andar na rua. Por volta de 1h30, a vítima avistou uma viatura da Polícia Militar, mas não conseguiu chamar os militares.

Conforme relato da jovem, ela chegou até a Rua Zulmira Borba, quando pediu ajuda a um motorista que passava pelo local e acionou a PM. A vítima foi levada para casa e, com o pai, foi até a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro, onde registrou boletim de ocorrência. Além do veículo, os bandidos levaram celular e bolsa da vítima.

Segundo a polícia, a suspeita é de que os bandidos tenham roubado o carro para trocarem por entorpecente. Para o Jornal Midiamax, a jovem afirma que se sentiu impotente diante dos fatos. “Não sabia o que poderia acontecer quando eles parassem o carro, mas graças a Deus só tive perdas materiais”, diz.

Jornal Midiamax