Polícia

Dois homens em moto atiram contra casa de advogada na fronteira

Tiros de pistola calibre 9 mm

Diego Alves Publicado em 30/06/2016, às 01h38

None
57747d63692f180c18573583ab0563b8b0105e1db7e33_img-20160629-wa0091.jpg

Tiros de pistola calibre 9 mm

Dois homens em uma moto foram que dispararam vários tiros de pistola calibre 9 mm contra a casa da advogada Zulma Ojeda Riquelme, na noite desta quarta-feira (29) em Pedro Juan Caballero (Paraguai) na fronteira com Ponta Porã, cidade a 338 quilômetros de Campo Grande.

Por volta das 19h40min os dois chegaram em frente a residência onde também funciona um escritório de advocacia, e efetuaram vários disparos contra o imóvel.  Segundo o site Amambay570, a casa fica na Rua Blas Garay esquina com a Rua 15 de agosto no bairro Virgem de Caacupe.

A advogada também trabalha como mediadora na Circunscrição de Amambay. No local, onde também tem o escritório chamado JRB, Zulma trabalha em sociedade com mais dois advogados. Após os fatos, a advogada disse que não tem problemas com ninguém e nem chegou a receber ameaças.

Jornal Midiamax