Polícia

Cocaína avaliada em R$ 1,8 milhão é apreendida antes de chegar na Capital

Quatro pessoas foram presas

Renata Portela Publicado em 21/12/2016, às 14h37

None
droga.jpeg

Quatro pessoas foram presas

Na noite de terça-feira (20), quatro homens foram presos em flagrante por tráfico de drogas na região de Corumbá, a 444 quilômetros de Campo Grande. Eles transportavam tabletes de maconha, avaliados pela polícia em R$ 1,8 milhão, que entregariam na Capital.

Segundo informações do DOF (Departamento de Operações de Fronteira), policiais faziam bloqueio na Rodovia BR-262, quando deram ordem de parada ao Fiat Uno vermelho, placas de Corumbá (MS). O motorista iniciou fuga e um dos ocupantes, Edilson Adílio Secco, de 42 anos, desceu do carro tentando despistar os policiais.

Os outros ocupantes também acabaram saindo do veículo após perseguição e Adalto Arévalo da Silva, de 51 anos, e o campo-grandense Leonardo de Souza Fulop, de 31 anos, foram detidos. Em vistoria, os policiais encontraram 4 mochilas no carro, com 46 pacotes de cocaína, totalizando 72 quilos do entorpecente.

Em depoimento, os homens revelaram que foram contratados por Adalto para pegarem a droga em Corumbá e levarem até Campo Grande, onde cada um receberia R$ 5 mil. O irmão dele, Mário Arévalo da Silva, de 49 anos, fazia serviço de batedor em uma camionete Ranger branca e também acabou detido.

Segundo a polícia, a droga foi avaliada em R$ 1,8 milhão. Os quatro envolvidos foram presos e responderão por tráfico de drogas e associação criminosa. Um outro homem identificado como Emerson também estaria envolvido no crime, mas não foi localizado.

Jornal Midiamax