Polícia

Ciclista morre após ser atingido por veículo em cruzamento

Vítima não resistiu aos ferimentos e morreu no local 

Midiamax Publicado em 02/04/2016, às 22h12

None
ovigilante.jpg

Vítima não resistiu aos ferimentos e morreu no local 

Um ciclista, identificado como Wilson Barbosa, de 52 anos, morreu atropelado no fim da tarde deste sábado (2), no Jardim Água Boa, em Dourados, município distante 227 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com o site Ovigilante, o acidente ocorreu por volta das 17h30, no cruzamento da Rua Frei Antonio com a Hayel Bom Faker, onde a vítima acabou sendo atingida por um veículo.

Wilson não resistiu aos ferimentos e morreu no local, antes mesmo da chegada de socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência.

A perícia está no local e ainda apura as causas do acidente que ocasionou a morte do ciclista. 

Motociclista

Na madrugada deste sábado (2) Onessimo Benites, de 32 anos, morreu após ser atropelado por um ônibus. Segundo informações, ele furou sinal vermelho da Rua Weimar Goncalves Torres, no Jardim Caramuru, também em Dourados. A namorada, de 28 anos, que estava na garupa, sobreviveu e confessou a polícia que ambos fizeram o uso de bebida alcoólica durante a toda a noite e madrugada. O acidente aconteceu, por volta das 5h30.

Segundo o boletim de ocorrência, o condutor do ônibus disse à policia, que trafegava pela  Rua Aquidauana, quando no cruzamento com Avenida Weimar Gonçalves Torres colidiu contra a vítima que teria furado o sinal vermelho. De acordo com a PM, as duas ruas são sinalizadas com semáforos.

Depois do impacto, os veículos permaneceram no local e as vítimas da motocicleta foram socorridas por equipes do Corpo de Bombeiros e SAMU (Serviço Móvel de Urgência), e encaminhados ao Hospital da Vida. Onessimo não resistiu e morreu ao dar entrada na Unidade.

Já no Hospital, a jovem que estava na garupa relatou a polícia, que estava com Onessimo na Boate Clube dp Ubiratã onde ingeriram bebidas alcoólicas durante toda a madrugada. Ainda segundo a jovem, ao deixarem o local seguiram para a Lanchonete Pantanal aonde continuaram a ingerir bebidas.

De acordo com a jovem, o acidente aconteceu, quando saíram da lanchonete em busca de um motel. Após isso a jovem não se lembra de nada, pois foi arremessada contra uma árvore.

Com o condutor, a polícia encontrou o documento da moto que estava atrasado desde 2014. O caso foi registro como homicídio culposo na direção do veículo automotor, na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac). A motocicleta foi recolhida ao pátio do Detran (Departamento Estadual de Trânsito)

Jornal Midiamax