Polícia

Ciclista de 70 anos morre três dias após ser atropelado no Tiradentes

Ele teve traumatismo cranioencefálico

Renata Portela Publicado em 24/01/2016, às 15h43

None
img-20160120-wa0057.jpg

Ele teve traumatismo cranioencefálico

Na tarde de sexta-feira (22), Sabino Gimene, de 70 anos, morreu na Santa Casa de Campo Grande. Ele sofreu acidente de trânsito na manhã do dia 20, quarta-feira, no cruzamento da Rua Rouxinol com a Rua Marquês de Lavradio, no Tiradentes.

Segundo informações do boletim de ocorrência, registrado pela filha de Sabino na noite de sábado (23), o ciclista permaneceu internado na Santa Casa desde o dia 20, mas não resistiu. Ele teve traumatismo cranioencefálico grave e inchaço cerebral difuso. Às 15 horas de sábado, ele morreu no hospital.

Acidente

Segundo testemunhas, o idoso saía do posto e cruzava a rua, quando ocorreu o acidente. O eletricista Félix Corrêa Alves, de 32 anos, motorista envolvido na colisão, contou ao Jornal Midiamax que seguia na Marquês de Lavradio, sentido sul/norte, quando viu o ciclista, tentou frear, mas não conseguiu evitar a colisão. Ele dirigia o Corsa branco, placas HSX-8983 de Campo Grande (MS).

Com o impacto, o ciclista foi arremessado e sofreu ferimentos e traumatismo cranioencefálico. Equipes do Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foram acionados e fazem os primeiros atendimentos ao idoso, que foi encaminhado para a Santa Casa. A vítima não portava documentos e transitava na bicicleta carregando um cortador de grama e um rastelo.

De acordo com o motorista do Corsa, ao tentar frear e desviar do ciclista, ele ainda bateu com o veículo na guia e um dos pneus estourou. Polícia de Trânsito foi acionada para ir ao local e o fluxo de veículos foi prejudicado, pois parte da pista foi interditada.

Jornal Midiamax