Polícia

Candidato a vereador é multado por incomodar moradores com campanha barulhenta

Caixas de som podem ser confiscadas 

Clayton Neves Publicado em 24/09/2016, às 23h48

None
unnamed.jpg

Caixas de som podem ser confiscadas 

Candidato à Câmara de Vereadores de Corumbá, distante 427 quilômetros de Campo Grande, teve de interromper ação de campanha eleitoral na manhã deste sábado (24), por causa do uso irregular de caixas de som. Além de ter que por fim ao barulho que fazia, o candidato foi multado.

De acordo com a PMA (Polícia Militar Ambiental), após denúncias de perturbação da vizinhança, policiais foram até o cruzamento das ruas Frei Mariano e Delamare, onde equipe de campanha fazia divulgação do candidato a vereador. No local, a polícia encontrou caixas de som, potências, além de mesa de som e microfones.

Depois de medir a pressão de som, foi constatado que no local o equipamento de verificação marcava 85 decibéis em uma área onde o máximo permitido é de 55.

O responsável que mora em Corumbá, foi encaminhado à Delegacia de Polícia Federal do município. Ele pode responder por crime ambiental de poluição sonora e a pena prevista é de um a quatro anos de prisão. Além disso, poderá perderá os aparelhos, que passam a ser material de crime.

O infrator também foi autuado administrativamente e multado pela PMA em R$ 5 mil, por poluição sonora.

Jornal Midiamax