Polícia

Brigou com a esposa, torrou grana da família em prostíbulo e inventou roubo

Homem irá responder por falsa comunicação de crime

Thatiana Melo Publicado em 03/08/2016, às 11h56

None
delegacia_tres_lagoas.jpg

Homem irá responder por falsa comunicação de crime

Depois de brigar com a esposa, um homem, de 33 anos, gastou o dinheiro da poupança da família em um prostíbulo, na cidade de Três Lagoas, localizada a 339 quilômetros de Campo Grande, mas para despistar a mulher mentiu que teria sido roubado por três homens.

De acordo com informações, no fim de semana o homem teria discutido com a esposa e ido até um prostíbulo da cidade. No local, ele teria gasto R$ 1.200 com bebidas e mulheres, mas ao retornar para casa mentiu para a esposa que teria sido roubado por um trio, que o teria espancado com uma barra de ferro.

O homem acionou a polícia e contou que caminhava pela pista de saúde, da Lagoa Maior quando foi abordado por uma dupla que estava impedindo a passagem de pedestres. O comparsa de um dos bandidos teria o surpreendido por trás e roubado sua carteira.

Ao perceber que estava sendo roubado, a ‘vítima’ teria entrado em luta corporal com os bandidos que de posse de uma barra de ferro começaram a espancá-lo. Um terceiro bandido chegou dizendo, “perdeu, perdeu”, segundo o site Rádio Caçula.

A versão contada aos policiais não convenceu, já que as lesões apresentadas pela ‘vítima’ eram incompatíveis com uma surra de barra de ferro. Ao investigar junto ao banco, o valor que supostamente teria sido roubado em saques feito, foi constatado que o dinheiro foi gasto em um prostíbulo da cidade.

Diante dos fatos, o homem confessou que inventou o roubo para tentar encobrir a noite de farra no prostíbulo e o dinheiro da poupança da família, que teria gasto no local. O homem irá responder por falsa comunicação de crime.

Jornal Midiamax