A arma do crime foi apreendida

Na noite de quarta-feira (27), Jheferson Luiz Nogueira da Paixão, de 25 anos, foi preso em flagrante na região da Orla Morena. Ele já tem passagens, estava evadido e ainda foragido por dupla tentativa de homicídio, crime ocorrido na noite de domingo (24).

Equipes da 2ª Delegacia de Polícia Civil, Força Tática do 9º Batalhão e do Reservado do 1º BPM (Batalhão de Polícia Militar) receberam denúncia que Jheferson estava na região da Orla Morena na noite de ontem. Ele é acusado pela polícia de tentar matar a tiros dois rapazes, de 20 e 23 anos, na frente de uma lanchonete no José Abrão.

No local, os policiais conseguiram prender Jheferson, que estava evadido do Sistema Prisional. Com ele também foi apreendida uma motocicleta Yamaha Teneré, furtada, que ele afirmou ter comprado por R$ 800. Ele confessou a tentativa de homicídio e indicou onde estava a arma de fogo usada no crime.

A pistola Taurus, calibre 765 com 6 munições intactas foi apreendida. O comparsa, que pilotava a motocicleta no dia do crime, também foi preso momentos depois. Jheferson já foi preso em 2014, após ser contratado por uma mulher que queria dar uma ‘lição’ no marido. Ele agrediu e roubou o homem, um caminhoneiro, mas foi preso posteriormente.

Além da dupla tentativa de homicídio, ele responderá por evasão de local de custódia legal, receptação e posse irregular de arma de fogo.

Tentativa de homicídio

Na noite do dia 24, populares contaram para a polícia que os dois rapazes atingidos pelos tiros na lanchonete da praça do José Abrão foram socorridos e levados por populares até a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Vila Almeida.

Na UPA, os militares conversaram com uma jovem e ela contou que estava com o namorado e o irmão na lanchonete, quando dois suspeitos em uma moto chegaram e perguntaram se eles conheciam Tiago Patrik. Eles responderam que não e a dupla foi embora, mas voltou momentos depois. O passageiro da moto, Jheferson, desceu e atirou contra as vítimas, atingindo os dois rapazes.

Para tentar defender irmão e namorado, a jovem agrediu o piloto da motocicleta com um capacete e os criminosos fugiram do local. O rapaz de 23 anos foi atingido na clavícula e na perna e o jovem de 20 anos atingido no abdômen e na perna. Eles foram levados para a UPA e transferidos para a Santa Casa posteriormente.

Atendimento no chão da UPA

Um leitor denunciou ao Jornal Midiamax que os dois rapazes atingidos pelos tiros foram atendidos no chão UPA Vila Almeida, por falta de macas. O estado de saúde era considerado grave e eles tiveram que aguardar aproximadamente 40 minutos no chão, até a chegada da ambulância para que fossem transferidos para a Santa Casa.