Polícia

Agentes frustram plano de fuga em penitenciária masculina em MS

Buraco tinha 10 centímetros

Diego Alves Publicado em 30/06/2016, às 23h16

None
presidio.jpg

Buraco tinha 10 centímetros

Agentes penitenciários da Unidade Penal Ricardo Brandão, em Ponta Porã, cidade a 338 quilômetros de Campo Grande, descobriram um plano de fuga dos internos, durante uma revista de rotina nas celas. Na última quarta-feira (29), por volta das 17h15, os servidores da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) localizaram, na cela 2 da Galeria A, o princípio de um buraco que estava sendo feito na parede.

Segundo a Agepen, os agentes descobriram também que para fazerem o buraco,  os presos utilizaram um vergalhão da escada, usada para subiram nas camas superiores dos beliches de cimento.

O buraco tinha 10 centímetros de profundidade e media 40×40. Estava disfarçado com espuma de colchão e escondido por um lençol pendurado no local. Ele daria acesso à obra de ampliação que está sendo realizada aos fundos da unidade penal.

De acordo com o diretor do presídio, Carlos Jardim, os 18 internos que estavam na cela foram removidos preventivamente do local e alojados em cela disciplinar. Também foi aberto um processo administrativo para apuração das responsabilidades e punições.

Para o diretor-presidente da Agepen, Ailton Stropa Garcia, a frustração da tentativa de fuga demonstra o bom trabalho que é exercido por parte dos agentes penitenciários, que, atentos, agiram rapidamente evitando a efetivação da ocorrência.

Jornal Midiamax