Polícia

Acusado de matar ciclista para roubar revólver é preso após tentiva de assalto

Vítima tomou o revólver do ladrão

Renata Portela Publicado em 20/01/2016, às 13h57

None
arma_policia.jpg

Vítima tomou o revólver do ladrão

Nesta terça-feira (19), Maicon Barbosa Belo, de 19 anos, foi indiciado por latrocínio, roubo seguido de morte. Acompanhado de um comparsa, um adolescente de 17 anos, ele matou Frivaldo Shirata Fernandes, de 24 anos, no dia 31 de dezembro em Maracaju, a 162 quilômetros da Capital.

Segundo informações da assessoria da Polícia Civil, a partir de investigações, foi confirmado que Maicon e o adolescente de 17 anos planejavam roubar o revólver de Frivaldo, um calibre .32. A dupla chamou o rapaz de 24 anos para dar volta de bicicleta no Bairro Olídia Rocha, quando cometeu o crime.

De acordo com a polícia, Maicon deu um revólver calibre 38 para o adolescente que chegou por trás de Frivaldo e deu um tiro nas costas, fazendo o rapaz cair no chão. Maicon tomou a arma da vítima, que ainda foi atingida por mais quatro disparos na cabeça, morrendo no local.

No dia seguinte ao crime, Maicon usou o revólver roubado para tentar praticar um assalto, mas a vítima conseguiu tomar a arma dele, que foi identificada pela polícia como o revólver de Frivaldo. No dia 3 de janeiro, Polícia Civil de Maracaju chegou até Maicon, que foi detido pela tentativa de roubo e estava em posse do revólver calibre 38, usado pelo adolescente para matar o rapaz.

As duas armas foram encaminhadas para confrontação balística para que a investigação seja concluída. Caso comprovado que as armas foram usadas nos crimes, deve ser feito pedido de prisão preventiva de Maicon por latrocínio, roubo seguido de morte, e busca e apreensão do adolescente, que segue foragido.

Jornal Midiamax