Polícia

Virada de ano tem duas mortes no trânsito e diversos furtos durante a madrugada

Na saída para Três Lagoas, sangue no asfalto após morte de cabelereira

Wendy Tonhati Publicado em 01/01/2015, às 12h29

None
capa_1.jpg

Na saída para Três Lagoas, sangue no asfalto após morte de cabelereira

A virada de ano em Campo Grande foi marcada por mortes no trânsito. Duas pessoas perderam a vida em acidentes e, de acordo com o BPTran (Batalhão de Polícia Militar de Trânsito), foram 25 ocorrências durante a madrugada. Entre os casos registrados pela Polícia Civil, os números de furtos chamam a atenção. Foram pelo menos sete entre a meia-noite e as 9 horas deste dia 1º.

Os acidentes com mortes aconteceram por volta das 23 horas de quarta-feira (31) na Avenida Ministro José Arinos, na saída para Três Lagoas, e na Avenida José Barbosa Rodrigues, na região do Bairro Zé Pereira. No primeiro, uma cabeleireira de 44 anos estava com a motocicleta estacionada na via, enquanto esperava o filho.

Segundo testemunhas, Márcia Mendes foi atropelada por uma caminhonete S-10. O condutor do veículo fugiu, sem prestar socorro e em alta velocidade. Como o local possui radar, a polícia espera identificar o veículo por meio das imagens.

Já o segundo acidente, na Avenida José Barbosa Rodrigues, o jovem de 25 anos pegou uma motocicleta emprestada e saiu de uma festa para comprar fogos de artifício. Rafael Souza Rocha teria perdido o controle da motocicleta que pilotava, batido no meio fio e caiu, batendo a cabeça no meio fio. Ele não resistiu ao trauma e morreu no local.

Entre as ocorrências registradas pela Polícia Civil, pelo menos sete pessoas tiveram a desagradável surpresa de ter a casa ou o veículo furtado durante a madrugada, nas comemorações de ano novo. Ao todo, entre o dia 31 e a manhã do dia 1º, foram registrados 35 furtos e nove roubos na Capital.

Entre os furtos, está uma casa arrombada no Jardim Itamaracá, em que foram levados diversos aparelhos eletrônicos, outra no Giocondo Orsi, em que foi furtada uma caminhonete S-10, duas motocicletas furtadas no Jardim Centenário, um veículo Celta furtado da frente de uma residência na Vila Aimoré e uma casa furtada no Jardim Leblon.

Os casos de violência doméstica também foram registrados durante a noite na Capital. Foram lesões corporais e ameaças que foram parar na delegacia. Em um dos casos, na Vila Ipiranga, uma mulher de 46 anos foi agredida pelo marido com vários socos. Ela conseguiu sair do carro onde os dois estavam e procurou a polícia para registrar a ocorrência.

Já em outra situação de agressão, uma jovem de 25 anos foi presa após agredir a ex-companheira, uma mulher de 29 anos. A vítima já havia sido alvo de uma tentativa de homicídio por parte da ex-companheira. 

Foto: Diogo Gonçalves

Jornal Midiamax