Polícia

Sete homens são presos após furto de 185 cabeças de gado em fazenda de MS

Funcionário foi rendido por criminosos que estavam com roupas de policiais

Wendy Tonhati Publicado em 25/04/2015, às 14h30

None
policia_ilustrativa-gw.jpg

Funcionário foi rendido por criminosos que estavam com roupas de policiais

Sete homens foram presos por suspeita de participarem do furto de 185 cabeças de gado, em uma fazenda de Bandeirantes, a 68 quilômetros de Campo Grande. O roubo aconteceu na madrugada da sexta-feira (24). De acordo com o boletim de ocorrência, parte da quadrilha rendeu dois funcionários e uma família que mora na propriedade. Sete caminhões foram utilizados para retirar os animais da propriedade.

O proprietário disse à Polícia Civil que um funcionário da empresa concessionária de energia elétrica desconfiou da movimentação e ligou para o gerente da propriedade. Os funcionários afirmaram que os criminosos chegaram ao local perguntaram pelo gado de um homem que tinha animais na propriedade. Eles algemaram e trancaram um funcionário em um dos quartos e depois a família de arrendatário, que mora na fazenda.

Foi feito o carregamento de todo o gado que estava na propriedade, deixando apenas um bovino machucado. O bando saiu da propriedade em  sete caminhões boiadeiros, conforme o relato dos funcionários.

Dois homens teriam permanecido vigiando as pessoas rendidas, enquanto outro, que estava em uma caminhonete, coordenava a ação. Os demais eram motoristas e peões. Ainda foi relatado que o grupo estava armado e vestia roupas parecidas com as usadas por policiais.

Consta no boletim de ocorrência que foram presos: Jefferson Henrique da Silva, de 40 anos,  Jorge da Silva Vandes, de 41 anos, Gilmar da Silva Vandes, de 40 anos, Liomar da Silva, de 41 anos, Deivide da Silva Arantes, de 29 anos, Thiago Pinheiro de Melo e Ormes Eugenio Lopes Acunha, de 27 anos.

Jornal Midiamax