Polícia

Segurança de hospital agride repórter em Três Lagoas ao tentar evitar reportagem

Caso foi parar na delegacia

Midiamax Publicado em 13/06/2015, às 20h34

None
agressao_-_tl_noticias.jpg

Caso foi parar na delegacia

Um boletim de ocorrência registrado pela equipe do site TL Notícias, da cidade de Três Lagoas, trouxe para destaque a violência sofrida por um repórter pelo segurança do Hospital Auxiliadora que tentou impedir o profissional de realizar seu trabalho.

Conforme informações do site, o segurança J.B.R., de 44 anos, saiu de seu posto de trabalho, no interior da unidade,  e tentou impedir a imprensa de registrar um caso em que um acidentado chegava no hospital em uma viatura do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) após sofrer um acidente. A equipe destaca que estavam na parte externa do hospital.

Ainda de acordo com site, o segurança tentou agredir e tomar os equipamentos das equipes de reportagem do site TL Noticias e da Rádio Caçula. “Como neste caso, o fato ocorreu na calçada, em via pública, vamos sim, tomar as medidas legais”.

A Polícia Militar foi chamada e o caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário).

Após o ocorrido, a assessoria de comunicação do hospital conversou com a reportagem e condenou a atitude do profissional, dizendo que em nenhum momento, exigiu que o segurança da unidade cessasse o trabalho da imprensa do lado externo do hospital, entendendo o direito da imprensa em divulgar os fatos, desde que não invada nenhuma propriedade particular, como o hospital.

Com o fato ocorreu em via pública (na rampa do hospital), a direção do site TL Notícias estará entrando na Justiça para punir criminalmente contra o segurança e entrar com uma ação indenizatória contra a empresa privada que o segurança trabalha e se for o caso, contra o Hospital Auxiliadora – no momento de sua atitude – prestava serviços para o Hospital Auxiliadora.

Jornal Midiamax