Polícia

Rapaz que estava desaparecido volta pra casa e diz que estava em cativeiro

Ele disse que foi pagar dívida antiga por drogas

Arlindo Florentino Publicado em 12/06/2015, às 13h23

None
depac_piratininga-policia_civil-gw_2.jpg

Ele disse que foi pagar dívida antiga por drogas

O consultor de telefonia de 33 anos, que estava desaparecido desde a noite de segunda-feira (8), reapareceu em casa na madrugada desta sexta-feira (12) e afirmou a familiares que estava preso em uma boca de venda de drogas localizada no Jardim Nhanhá.

De acordo com a cabeleireira Neuza Silvestre, mãe do rapaz, ele chegou a casa na madrugada e afirmou ter uma dívida antiga com traficantes e que teria resolvido fazer o pagamento.

Quando ele chegou ao local, teria sido preso e os traficantes ainda teriam se apossado de sua moto, uma biz vermelha, que teria sido recuperada pela polícia.

“Ele me contou rapidamente que estava com dívida antiga e teria ido fazer o pagamento. Desde segunda-feira o pessoal dessa boca prendeu ele e pegou a moto. Ele disse também que aproveitou um momento de descuido e conseguiu fugir”, afirmou Neuza.

A mãe disse ainda que está aliviada pelo reaparecimento do filho mas preocupada com o futuro. “Fico com medo da reação desse pessoal. Ele se envolveu com drogas há algum tempo, mas para mim estava livre deste problema há três anos e frequentava uma igreja evangélica. Não posso dizer se teve uma recaída”, afirmou.

A vítima tirou o dia para descansar, mas como existem algumas dúvidas sobre a versão apresentada por ele, deverá ser ouvido pela polícia que vai apurar todo o caso.

Jornal Midiamax