Polícia

Quadrilha tenta levar caminhonete para o Paraguai mas é presa após acidente

Apreensão foi feita após fiscalização de rotina da PMR

Midiamax Publicado em 19/05/2015, às 12h25

None
006.jpg

Apreensão foi feita após fiscalização de rotina da PMR

Dois rapazes de 20 e 24 anos, que tiveram os nomes preservados, foram vítimas de um sequestro relâmpago na madrugada desta terça-feira (19). A quadrilha estava interessada no veículo em que eles estavam, sendo uma caminhonete Mitsubishi Triton, prata, com placas de Campo Grande (MS). Houve perseguição antes da prisão que ocorreu na MS-164.

No início da madrugada de hoje, uma das vítimas foi até a casa do colega, que dirigia o veículo, porém,  foram abordados por seis ladrões armados que anunciaram o roubo. O fato ocorreu na Rua Bauxi, no Parque Residencial Azaléia, próximo da Avenida Júlio de Castilho, na região oeste de Campo Grande.

Pelo menos quatros dos criminosos entraram na caminhonete e amarraram as vítimas, os demais entraram em um Fiat Uno, que serviu de batedor. Eles seguiram para a cidade de Ponta Porã, cidade a 346 quilômetros ao sul de Campo Grande.

Pelo caminho, eles estavam em contato direto por telefone com o outro veículo que funcionava como ‘batedor’. No meio do caminho, na cidade de Itaporã, a 225 quilômetros ao sul de Campo Grande, os criminosos pararam o veículo no acostamento e deixaram as vítimas em uma área de mata.

Os reféns conseguiram se soltar e pediram socorro. A polícia foi avisada e as famílias das vítimas  procuraram a Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestros) para fazer o registro de roubo pelo concurso de pessoas, majorado pela restrição de liberdade da vítima e emprego de arma de fogo.

O veículo foi abordado durante fiscalização de rotina em um posto da PMRv (Polícia Militar Rodoviária) próximo da fronteira com o Paraguai, na MS-164. O flagrante ocorreu cinco horas após o crime.

Prisão

Por voltas das 5h30 os Policiais do 14º BPMRv (Batalhão da Polícia Militar Rodoviária) da Base de Ponta Porã, durante bloqueio policial na MS-164 que liga o município de Ponta Porã ao Assentamento Itamarati, tentaram abordar o condutor da caminhonete, porém o condutor não respeitou a ordem, jogando o veículo sobre o policial. O militar não foi ferido e houve o início da perseguição.

Os suspeitos foram alcançados no posto de fiscalização Aquidaban no Km 20, onde o condutor perdeu o controle da Triton batendo em um caminhão furgão de uma transportadora e em seguida colidindo com um Fiat Uno do Posto de Fiscalização que estava estacionado em frente da base.

Com o acidente, os ocupantes do veículo foram presos pelos policiais rodoviários, conforme apurou o site MS Aqui News. São eles, Maicon Douglas Justo, de 22 anos, Paulo Henrique Leiva Ferreira, de 28 anos, e Mario Lucas Cabral Preste, de 20 anos, além de adolescente de 17 anos que foi apreendido e teve o nome preservado como prevê o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).

O grupo tem várias passagens criminais e foi encaminhado para a 1ª Delegacia de Ponta Porã. Já o trio que estava no Fiat Uno como ‘batedor’ não foi localizado.

Jornal Midiamax