Polícia

Presos suspeitos de trocar cocaína por rebite com caminhoneiros em MS

Quatro foram detidos

Renata Portela Publicado em 04/11/2015, às 12h23

None
interna.jpg

Quatro foram detidos

A equipe de policiais da Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico) deteve quatro pessoas em flagrante por tráfico de drogas no Jardim Paulo Coelho Machado, região sul de Campo Grande. Os suspeitos eram donos de um lava jato especializado em caminhões e vendiam a droga para os motoristas.

De acordo com o delegado João Paulo Sartori, da Denar, a equipe de policiais investigava o uso de cocaína pelos caminhoneiros, que estariam trocando o rebite pela droga, para melhorarem o desempenho nas viagens.

Com as investigações, na quinta-feira (29) os policiais chegaram até o lava jato e conseguiram deter Vander Lima da Silva, de 34 anos, o Pelé, Dayane Guimarães Mendes, de 29 anos, os donos do estabelecimento, e Tiago Dias Vieira, de 33 anos, que já tinha mandado de prisão em aberto por furtar o carro de um policial militar, e era funcionário do local.

Ainda durante a ação, os policiais também detiveram Aleandro Lúcio da Silva, de 28 anos. Ele trabalhava como caminhoneiro, mas comprava droga dos suspeitos e revendia. Além disso, os policiais descobriram que Aleandro furtava parte da carga de combustível que transportava no caminhão-tanque, para vender clandestinamente.

Segundo o delegado Sartori, Aleandro já havia sido detido pela PRF (Polícia Rodoviária Federal), no dia 22 de outubro, por porte ilegal de arma. Na ocasião, ele foi flagrado com uma pistola 380, foi ouvido e liberado.

Dayane, Vander e Aleandro foram ouvidos pelos policiais da Denar, autuados e liberados. Tiago permanece detido por força do mandado de prisão pelo furto. Todos responderão por tráfico de drogas e associação criminosa.

Jornal Midiamax