Polícia

Preso que causou a morte de policial passou por cirurgia e se recupera na Santa Casa

Zosimo foi transferido para a Capital depois de seu quadro clínico agravar

Gerciane Alves Publicado em 26/11/2015, às 20h49

None
cela.jpeg

Zosimo foi transferido para a Capital depois de seu quadro clínico agravar

Depois de passar por procedimento cirúrgico para a retirada de uma bala alojada na perna, Zosimo Pereira dos Santos, de 51 anos, ferido com três tiros na manhã desta quarta-feira (25) depois de agredir o investigador Anderson Garcia da Costa, agora espera uma vaga na enfermaria da Santa Casa de Campo Grande.  

A agressão aconteceu Delegacia de Polícia Civil de Pedro Gomes, cidade a 296 quilômetros de Campo Grande, na manhã de ontem. Zosimo foi transferido para a Capital depois de seu quadro clínico agravar por causa de uma hemorragia. O investigador Anderson também estava sendo transferido para a Santa Casa com traumatismo craniano e hemorragia, mas acabou morrendo antes de dar entrada no hospital.Preso que causou a morte de policial passou por cirurgia e se recupera na Santa Casa

Relembre o caso

O caso aconteceu na manhã desta quarta-feira (25) , quando Anderson foi retirar Zosimo da cela para levá-lo à internação compulsória em uma clínica psiquiátrica, medida que foi requerida e concedida pelo Poder Judiciário local. Neste momento, o preso teria se soltado do policial e o agredido.

Para cessar a violência, o policial teria disparado três vezes contra Zózimo, todos os tiros atingiram a região pélvica do autor. Após o socorro, ambos os envolvidos foram encaminhados para Coxim, mas em virtude a gravidade dos ferimentos de Anderson o médico pediu a transferência dele para a Santa Casa de Campo Grande.

Anderson saiu da cidade consciente, reclamando de dores abdominais, já próximo da Capital seu quadro de saúde piorou e ele acabou morrendo antes de chegar ao hospital.

Jornal Midiamax