Policial militar é preso depois de confusão em prostíbulo

Ele teria ameaçado o dono com revólver
| 26/07/2015
- 18:25
Policial militar é preso depois de confusão em prostíbulo

Ele teria ameaçado o dono com revólver

Na madrugada deste domingo (26), um soldado da Polícia Militar, de 28 anos, foi preso em Dourados, a 225 quilômetros da Capital, depois de provocar confusão em um prostíbulo e fingir que tinha sido assaltado. Ele estava acompanhado de dois amigos, de 26 e 51 anos que também foram detidos.

De acordo com o boletim de ocorrência, uma equipe da PM foi acionada para atender duas ocorrências simultâneas, de assalto e porte de arma. Como os endereços eram próximos, os policiais foram primeiro atender o assalto, onde a vítima era o soldado da PM. No local, perceberam que a suposta vítima, acompanhada do amigo, estava em visível estado de embriaguez.

O soldado e o amigo relataram o assalto e afirmaram que um rapaz teria roubado o Fox, prata, placas de Maracaju (MS). Os policiais foram em busca do veículo e o soldado afirmava que não queria ser segurado, pois se encontrasse o assaltante, bateria nele.

Outra equipe de policiais foi acionada para ajudar no caso e constatou, com informações de testemunhas, que o soldado e os dois amigos chegaram no prostíbulo e começaram a beber. No momento em que o dono do local quis fechar as portas, eles ficaram bravos, sacaram a arma e falaram que eram policiais. As testemunhas conseguiram tirar a arma deles, momento em que ligaram para a polícia.

O revólver, calibre 32, foi apreendido pelos policiais militares. O soldado entrou em contradição sobre o caso e, em vistoria, a chave do carro que teria sido furtada foi encontrada com ele. O Fox também foi localizado e, dentro do carro, estava o homem de 51 anos. Os três foram encaminhados para a delegacia e autuados por posse ilegal de arma, uma vez que não assumiram de quem era o revólver, e ameaça.  

Veja também

Últimas notícias