Polícia

Polícia procura padrasto que abusou de menina de 9 anos enquanto ela dormia

A mãe da vítima flagrou o crime e denunciou o marido a polícia 

Midiamax Publicado em 20/11/2015, às 22h48

None
depca-mj_3.jpg

A mãe da vítima flagrou o crime e denunciou o marido a polícia 

A Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) procura um homem de 33 anos suspeito de abusar da enteada de 9 anos de idade enquanto ela dormia na manhã desta sexta-feira (20) no Jardim Nossa Senhora Perpétuo Socorro.

O caso chegou ao conhecimento da polícia depois que a mãe da vítima flagrou o marido passando a mão nas partes íntimas da filha. De acordo com o delegado Paulo Sergio Lauretto, titular da unidade policial e responsável pelo caso, nas primeiras horas do dia a mulher acordou e notou a falta do marido na cama.Polícia procura padrasto que abusou de menina de 9 anos enquanto ela dormia

Ela então foi até a sala da residência, onde a menina e os dois irmãos mais novos, que são filhos biológicos do suspeito, dormem. Assim que ligou a luz ela se deparou com o homem deitado ao lado da filha, ambos com as roupas abaixadas.

Desesperada, a mãe da vítima começou a brigar com o marido que fingiu estar dormindo. “A mulher então afirmou que iria chamar a polícia e o marido levantou, vestiu a roupa e fugiu da casa”, conta o delegado.

A Polícia Militar e a equipe de investigação da Depca foram acionadas e passaram a realizar buscas pelo suspeito em locais apontados por testemunhas, mas até o momento o homem não foi encontrado. Agora, as investigações sobre o caso continuam e o padrasto é considerado foragido.

Ainda segundo o delegado, a vítima foi ouvida por uma psicóloga e afirmou que não sabe o que aconteceu, na versão da menina, ela só acordou com os gritos da mãe. “Não tivemos registro de outros abusos contra a vítima, e neste caso ela realmente estava dormindo, não viu nada”, conclui Laurreto.

Jornal Midiamax